Muito Prazer, Futebol Brasileiro!

“Mais do que um grande time de futebol, o Paulistano de 1925 foi o precursor dos brasileiros de diversas atividades, que fizeram, fazem e farão sucesso no mundo. Porque ensinou uma lição que é básica, eterna e praticada pelos bem-sucedidos: não existe outro jeito, a única maneira de se transformar em absolutamente internacional é ser totalmente local.”

Washington Olivetto

Em 1925, um clube da cidade de São Paulo fez a primeira excursão de um time de futebol brasileiro à Europa. Passando por França, Suíça e Portugal, a equipe disputou dez partidas e foi vitoriosa em nove. Mais do que as vitórias, a atuação notável em campo rendeu aos jogadores o epíteto de “reis do futebol”, conferido pela imprensa europeia. Esse feito, realizado pelo Club Athletico Paulistano (CAP), marcou o início da mundialização do futebol brasileiro. E além da própria excursão pela Europa, todo o processo que a antecedeu permite entender por que nosso futebol foi sinônimo de nossa identidade por muitos anos. A investigação histórica percorreu os acervos do Centro Pró-Memória do CAP, da Família Prado, Flu-Memória, Centro Pró-Memória Hans Nobiling, 

Universidade Presbiteriana Mackenzie, Colégio São Luís, Arquivo Histórico Municipal e Estadual de São Paulo, Instituto de Estudos Brasileiros (IEB-USP), Federação Paulista de Futebol, Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Museu do Futebol, Biblioteca Nacional Brasileira, Biblioteca Nacional da França e de grandes clubes brasileiros para recriar a história e compreender todas as suas implicações. Além disso, o terço final do livro avança dos primeiros anos de profissionalização do esporte até os dias atuais, dedicando-se a entender a transformação que o futebol brasileiro atravessou em estilo de jogo, estrutura e popularidade.

Teasers

Velodromo Paulista ANTONIO PRADO JUNIOR SUL-AMERICANO 19 Arthur Friedenreich Buffalo, Paris - 1925 Paulistano 7 x 2 Seleção Francesa de Futebol - 1925

Depoimentos

Antonio Carlos Napoleão Gabriel Pierin Celso Unzelte Il Odir Cunha Daniel Cohen Camila Deraldo

Produção audiovisual

Obra bibliográfica